40 DICAS

40Dicas_concurso_publico

40 DICAS IMPORTANTES PARA QUEM PRESTA CONCURSO PÚBLICO

(Por Marcelo Marques, JC Concursos)

Preparação

 
Conquistar estabilidade profissional e salários vantajosos é o que a maioria das pessoas deseja fazendo concurso público, mas passar não é uma tarefa muito fácil. É preciso dedicação, esforço e sacrifícios. Cada dica para encurtar esse caminho faz a diferença, por isso o Concurso Virtual preparou 40 dicas para você se destacar!
 
1) O momento é agora – A vida passa rápido e não temos tempo a perder. Temos que correr atrás dos nossos sonhos, pois se não fizermos isso, ninguém vai fazer por nós. Se você considera concurso como seu aniversário, que acontece todo ano, vai acabar vendo todos comemorando o sucesso profissional, menos você. Pare de se enganar! Não deixe para amanhã quando você pode passar hoje.
 
2) Faça do concurso um objetivo de vida – Se você quer passar em concurso, deve transformá-lo no seu maior objetivo neste momento e abrir mão de uma série de atividades. A preparação exige de você um pequeno egoísmo em relação ao mundo, pois ninguém fará a prova por você. Quando alcançar o sucesso, todos elogiarão sua dedicação e força de vontade. O importante, agora, é estudar.
 
3) Defina pequenas metas – As metas devem ser claras e mensuráveis; uma espécie de subdivisão do seu objetivo. Elas são mais específicas (como quantidade de horas de estudo ou de simulados realizados, por exemplo), guiam o caminho até o objetivo final e devem ser estabelecidas periodicamente (mensal, semanal ou até mesmo diariamente). Se você não se importar com as pequenas metas, será difícil alcançar o seu objetivo de maneira satisfatória.
 
4) O sacrifício é necessário – Abandone tudo o que puder, tudo o que te impossibilite de focar. Deixe todas as atividades extras (academia, natação, aula de música, artes marciais, saída com os amigos e muitas outras) para depois da prova. Até lá, se preocupe com uma meta: o concurso. Não considere o concurso como mais uma atividade; ele deve ser a única atividade extra se você já tem uma rotina de trabalho. Esse é o sacrifício para a conquista do seu futuro.
 
5) Mantenha-se atualizado – Muitos concursos abordam a matéria de atualidades, inclusive como tema de redação. Esteja por dentro dos fatos econômicos e acontecimentos políticos e sociais recentes (conflitos internacionais, por exemplo). Para manter-se bem informado, leia revistas, jornais e sites, veja telejornais, ouça rádio. O poder está nas mãos daqueles que detêm o conhecimento.
 
6) Saiba investir seu dinheiro – Não precisa comprar dezenas de livros e apostilas que estão à disposição no mercado. Não compre por ser barato. Compre por ser um material de qualidade, um que você entenda a didática para assimilar melhor o conteúdo, por ser atualizado e com professores de gabarito. Material não é custo, é investimento.
 
7) Otimize seu tempo – Cada minuto é precioso em uma preparação para concurso. Relaxar é preciso, mas da forma adequada. Prefira atividades leves, que distraiam a sua mente sem estressá-lo ou sujeitá-lo a esforços físicos exagerados, para depois não ficar cansado demais para estudar.
 
8) Não menospreze os outros candidatos – Às vezes, você pode achar que os candidatos ao seu redor não estão se dedicando e que o concurso será fácil. Não se iluda! São milhares de candidatos e muitos seguem dicas como estas. Então, cuidado! Não pense que você é o único querendo passar em concurso. Estude, pois há muitos querendo o mesmo que você.
 
9) Tenha paciência – As coisas quase nunca acontecem na velocidade que desejamos. Enfrente com paciência as adversidades que surgirem. Aquele dia sem internet para estudar ou um atraso na entrega do curso podem servir para você focar em planejar seu estudo ou revisar o que já foi estudado. Procure administrar esses momentos da melhor maneira possível.
 
10) Fuja da televisão, mas não tanto – Cuidado! A TV não é tão amiga e pode tomar tempo demais. Basta começar a assistir com intuito de se distrair um pouco e você cai na armadilha “só mais esse programa”. Não se deixe levar e mantenha o foco. Mas já vimos que em período de preparação para concurso é preciso estar atualizado. Então, aproveite este tempo de distração para se manter informado. Disciplina é fundamental.
 
11) Organize seu tempo de estudo – Não comece estudando tudo de uma vez, vá com calma. Vá de maneira gradativa, aumentando o tempo de estudos aos poucos. Assim, o cérebro assimila melhor a matéria. Comece com uma meta alcançável e aos poucos aumente o tempo de estudo diário, organizando as matérias do edital, separando o material e deixando tudo organizado. É preciso lembrar que se deve começar com uma hora e meia a duas horas de estudo por dia e aumentar esse tempo aos poucos. Quem tem todo o dia livre pode começar com um período pequeno pela manhã e outro à tarde. Os tempos podem ser ajustados conforme o ritmo pessoal do candidato, preservando a lógica proposta de estudo e intervalos. No caso de conciliar estudo e trabalho, pode-se, por exemplo, aproveitar o turno da noite e o sábado para estudar.
 
12) Programe-se em função do concurso – Não adie seus estudos devido a outras obrigações. O tempo planejado de estudo e as aulas são o que há de mais importante no momento. Comprometa-se com os horários do seu dia. Não abra exceções. Fuja das ideias de “só hoje” e “é só uma vez”. Esse esforço é o preço do sucesso. O seu dia e a sua rotina devem ser planejados para que você obtenha o máximo de tempo possível para estudar.
 
13) Distribua as matérias – Deve-se distribuir as matérias em função dos horários disponíveis a cada dia ou semana a fim de que todas as disciplinas sejam estudadas regularmente. Reserve mais tempo para as matérias com as quais você está menos familiarizado (seja pela extensão, pela dificuldade ou pelo caráter de novidade do conteúdo) para que o aprendizado seja “equalizado” em relação às outras.
 
14) Não se apresse – Estudar sempre que pode não significa ler o máximo de páginas que você consegue. Seja incansável, mas não apressado. Leia com calma, entenda os conceitos e o conteúdo, resolva as questões sobre cada tema e repita cada passo se achar necessário. Preocupe-se em assimilar as informações, não apenas em obtê-las. Seu objetivo é aprender, e não terminar o estudo. Leia com atenção e faça resumos.
 
15) Tenha seu tempo sozinho – Os professores ensinam e ajudam, colegas podem tirar dúvidas, mas você precisa de um tempo para estudar sozinho. Há detalhes da matéria que necessitam de amadurecimento e só são de fato apreendidos através de uma análise individual. Um grupo de estudo empenhado pode funcionar como um elemento motivador, que auxilia a manutenção do ritmo e do interesse.
 
16) Confie em si – Da mesma maneira que você não pode desprezar os concorrentes, não se ache incapaz. Mergulhe de cabeça e valorize sua capacidade, acredite no seu potencial. Se você não acreditar em si, ficará mais difícil conseguir o apoio de outras pessoas, incluindo família, na hora da sua preparação.
 
17) Motivação alheia – Procure, nesta etapa de preparação, estar com pessoas com o mesmo objetivo que você; um servirá de apoio para o outro e poderão se reunir para trocar experiências e ajudar um ao outro na hora do estudo, dividindo os problemas, compartilhando o que há de bom e ruim nesta fase da vida. Forme um círculo de amizades que o ajude a estudar e o afaste de distrações.
 
18) Entenda a sua vocação – É importante você conhecer sua vocação, aptidões naturais e interesses específicos para, assim, definir o concurso que irá prestar e qual carreira vai seguir. Além de seu aprendizado ser mais rápido, você terá mais chances de ser aprovado. Você evitará futuras frustrações e provavelmente se tornará um melhor profissional e mais adequado para o cargo escolhido.
 
19) Descubra seu caminho – Cada pessoa possui características diferentes que determinam quais os melhores meios para assimilar informações. Se você perceber que suas táticas de estudo estão falhando, tente outros métodos. Há pessoas que aprendem mais ouvindo, outras fazendo resumo, outras através de associações e algumas comparando situações opostas. Não existe um meio perfeito para todos. Encontre seu método e seu horário para otimizar o aprendizado.
 
20) Tenha disciplina – Procure fazer um planejamento de modo a obter um ritmo de estudo progressivo. Organize seu material e prepare-se para uma rotina bem marcada. Você terá que estudar todos os dias por longo período. Se o cansaço bater, resista. Valorize o seu dia e, acima de tudo, mantenha o ritmo.
 
21) Ganhe o seu dia – Para ser aprovado, não precisa passar a noite acordado estudando desesperadamente, acumulando mau humor e cansaço. Estude de dia e reserve a noite para dormir. Assim, você certamente aumentará sua capacidade de aprendizado, assimilando melhor o que pretende aprender. Caso você seja daqueles que estudam melhor à noite, avalie melhor sua rotina diária para poder desfrutar das longas noites de estudo.
 
22) Elabore um cronograma de estudo – Com tudo o que será exigido em mãos, é hora de elaborar uma lista para facilitar seus estudos. Se o edital tiver muitas novidades em relação ao que você já estudou previamente, elabore uma lista do conteúdo que deve ser estudado durante o período que você ainda tem até a prova. Foque nas matérias que valem mais pontos, pois quanto menos você errar, suas chances melhoram em muito. Separe também um tempo para revisão do que foi estudado – faça uma revisão em etapas para não confundir ou misturar conteúdos.
 
23) Não despreze as disciplinas – Sua aprovação depende do sucesso em todas as matérias. Não pense que uma disciplina de pouco peso não deva ser estudada. Todo ponto é um passo rumo à sua conquista. Notas altíssimas em poucas disciplinas não irão suprir pontos que você perderá em uma disciplina que desconheça. Por não estudar determinada matéria, você perderá pontos ou até sua vaga.
 
24) Em todo lugar – Não perca as oportunidades de estudar em vários momentos. Fila de banco, ônibus ou intervalo no trabalho, toda hora é uma boa hora. Sempre tenha à mão algum material. Carregue exercícios rápidos para estudar e deixe arquivos no computador do trabalho. Você nunca sabe quando terá um tempo extra. Saiba aproveitar! Em um mês, dez minutos por dia representam cinco horas estudadas.
 
25) Faça exercícios – Além dos simulados, as provas anteriores exercem papel importante nessa preparação do concurseiro. Portanto, refaça provas anteriores. Alguns candidatos não acham necessário rever a prova anterior, pois acreditam que nenhuma questão será a mesma. No entanto, tão mais importante do que a questão ser repetida em outro concurso é o candidato sentir e perceber como elas são cobradas.
 
26) Seja seletivo – Analise as possibilidades e escolha o caminho a seguir. Fique de olho nos concursos previstos, procure a carreira que tenha mais a ver com suas aptidões e aspirações e defina claramente seu objetivo. Descubra as matérias em que você pode evoluir mais e fazer mais pontos. Estudar o que se sabe menos é desgastante, porém, pode ser bem mais lucrativo do que refinar conhecimentos nos campos em que já se possui certa qualificação e se tem muitos pontos garantidos. Reconheça quais são as suas fraquezas e trabalhe para que elas não sejam mais um obstáculo.
 
27) Calma, relaxa! – Cada um possui uma maneira própria de relaxar, porém, evite exercícios físicos pesados ou atividades que possam deixá-lo exausto. Dê preferência a atividades leves, como caminhadas, que ajudam a oxigenar melhor o cérebro. Assim, você estará bem preparado para estudar.
 
28) Nunca é demais – Nunca pense que já estudou o suficiente. Assim, estude mais e mais. Se um amigo seu diz que estuda duas horas por dia, nem precisa considerá-lo seu concorrente. Pode ter certeza: aqueles que se preparam de forma séria estudam, pelo menos, de quatro a oito horas por dia. Você só descobrirá se sua preparação foi suficiente no dia da prova. Então, supere-se a cada dia.
 
29) Acredite no sonho e não pare – Se você está prestando concurso, deve haver uma boa razão para isso. Apoie-se nesse motivo para encontrar forças e superar suas dificuldades. Se estiver cansado ou desanimado por um problema, pense no que você deseja, no que te faz persistir. Deixe-se envolver por essa imagem de um futuro promissor, se entusiasme com seu próprio sonho. À medida que ele for se apoderando de você, mais energia você terá para estudar.
 
30) Se for estudar, estude – Ao se defrontar com tópicos complicados, não invente desculpas para interromper o estudo. Não comece a estudar e, dois minutos depois, levante para tomar um copo d’água. Deixe tudo preparado antes de começar a estudar. Aquele amigo pode esperar você ligar mais tarde. Não perca seu tempo, que é precioso, nesse momento de preparação. Se for estudar, estude!
 
31) Vá devagar na véspera – Antes de chegar o dia da prova, você não conseguirá aprender tudo o que ainda não viu. Chegou a hora de começar a relaxar a mente. Revise os tópicos sem pressa e de forma superficial. Evite atividades que exijam muita concentração e atenção redobrada. Você precisa dessa capacidade para fazer uma boa prova.
 
32) Leia primeiro as questões – Normalmente, um texto se refere a várias questões. Antes de ler os longos textos que se apresentam, descubra os pontos que merecem especial atenção na leitura. Muitas questões sequer exigem a leitura integral do texto ou do entendimento de todas as passagens. Seja objetivo: a sua meta é acertar as questões.
 
33) Preste atenção em cada questão – Muitas vezes a resposta está no próprio enunciado ou em questões seguintes. Por isso, é necessária atenção máxima. A perfeita interpretação da questão é fundamental para sua resolução. Quando for passando pelas questões, não tente ler rapidamente para ganhar tempo. Leia com atenção e marque os pontos importantes de cada enunciado. Assim, aumentará muito as chances de acerto.
 
34) Não precisa se apavorar – Quando começar a estudar, não se assuste com a quantidade de matéria. Com calma, faça um bom planejamento. Quando estiver faltando um mês, não entre em pânico – isso não ajuda! Concentração é fundamental na hora de aprender. É hora de seriedade e otimismo!
 
35) Nada de estacionar em questões – Se você não souber uma questão, deixe para depois. Não gaste tempo precioso para ganhar apenas um ponto. Seu subconsciente continuará processando a questão enquanto você faz outras. À medida que a prova for se desenvolvendo, as pendências poderão se resolver. Deixe as questões difíceis para o final e garanta pontos importantes com as que você sabe.
 
36) Não brigue com as questões – Uma prova é feita de questões fáceis e questões difíceis. Há pegadinhas, mas não pense que a prova inteira é composta de pegadinhas. As provas seguem ideologias e obedecem a padrões de respostas. Não discuta se isso é certo ou errado, não perca tempo reclamando. Adapte-se às circunstâncias!
 
37) Curta o momento da prova – Não se apresse e nem queira se livrar logo da prova. Ela não é um obstáculo, é o caminho do seu sucesso. Passe e repasse as questões. Há tempo suficiente! Por isso, não se precipite. Equilibre o tempo de resolução. Resolva todas as questões óbvias e fáceis e deixe as difíceis para depois. Controle o tempo para poder tirar o máximo de proveito deste momento com a prova.
 
38) A prova é difícil para todos – Se você achar a prova mais difícil do que esperava, fique calmo. Todos estão fazendo a mesma prova e ela é difícil para todos. Normalmente, aqueles que acharam a prova fácil é porque nem conseguiram entender, verdadeiramente, o que as questões cobravam.
 
39) Exerça seu direito de recurso – Alguns candidatos desconhecem que, se responderem uma questão na prova e ela for dada como errada, se tiverem a certeza de que está correta podem entrar com um recurso para que a questão seja revista pela Banca. É importante estar atento e recorrer aos seus direitos.
 
40) Saia na frente – Planeje-se e inicie seus estudos!
 
Marcelo Marques é bacharel em administração de empresas, professor e diretor no Concurso Virtual, agente público, consultor, palestrante na área da motivação e autor de livros.

Sobre o Autor

Donatila Pinsk
Jornalista e Relações Públicas, mestre em Administração. Coach pessoal e profissional. Assessora de comunicação e marketing. Autora de livro institucional. Coordenadora editorial de publicações. Coordenadora de projetos sociais.

Seja o primeiro a comentar em "40 DICAS"

Deixe um comentário

Your email address will not be published.


*