PLANEJAMENTO: A PALAVRA-CHAVE

Banner1

Inscrições realizadas, edital lido, cronograma definido, então o momento agora é de estudar, atualizar-se, pesquisar, dedicação e esforço para fazer a melhor prova. Ser aprovado num concurso público é o seu objetivo? Então você está lendo o artigo certo.

Planejamento: essa é a palavra chave para tudo (ou quase tudo) na vida. Seja financeiro, pessoal, econômico, familiar, de vida, enfim, planejar é um dos verbos mais importantes e, por vezes, esquecido de conjugar.

Aqui, vamos nos ater ao planejamento de estudos, seja ele pessoal ou coletivo.

Afinal, o que você precisa saber para ser aprovado(a) no concurso em que se inscreveu?

Primeiramente, sugerimos que você leia atentamente o conteúdo programático. Quantas questões haverá para cada disciplina ou tema? Qual o peso delas na nota final? Haverá redação? Além disso, releia a descrição do cargo a que você vai concorrer, pois as questões poderão ser elaboradas com base nessa rotina profissional.

O segundo passo é selecionar o seu material de estudo: livros, apostilas, revistas e jornais (para as provas de Atualidades, observando o período válido que consta no edital). Escolha um ou dois telejornais para ver diariamente, preste atenção no que está acontecendo no Brasil e em outros países. Parte do seu dia é no trânsito? Então não ouça apenas música no rádio: selecione estações de notícias, reportagens, entrevistas. Inclua o seu celular no material de estudo: baixe livros, apostilas, notícias.

Tudo isso já está fazendo parte do seu planejamento de estudos, mas ainda faltam dois importantes itens: o local e o tempo.

Onde vai ser o seu “cantinho exclusivo de estudos” pelos próximos meses ou semanas até a prova do concurso? Deve ser um local limpo, arejado, com espaço para você colocar o material e, eventualmente, o computador. “Eventualmente” porque não é imprescindível, afinal, a tecnologia ainda não alcançou todos os cantos do nosso país e há pessoas que conseguem estudar muito bem com livros, caderno e caneta! Informe às pessoas da sua casa que aquele é o “seu” cantinho e deve ser respeitado como tal.

Selecionado o material e o local, vamos ao inexorável fator “tempo”!

Quando alguém não consegue aprovação ou a classificação desejada num concurso, a frase mais comum que ouvimos é: “Eu não tive tempo para estudar”. Pois eu garanto a você: isso não existe! A frase correta seria: “Eu não me planejei para estudar”. Reconhecer um erro é o primeiro passo para não repeti-lo. Se você é do tipo que foge da auto piedade e, ao contrário, não mede esforços em busca de seus sonhos, planeje-se desde já!

Comece anotando quantos dias faltam até a prova (se não tiver a data precisa, faça um cálculo aproximado). Depois, elabore uma lista das matérias e assuntos que precisa estudar, distribuindo-os num calendário exclusivo. Obviamente, os fins de semana e feriados devem ser incluídos no seu planejamento de estudos. Em cada dia, anote o assunto, horário e o tempo que vai dedicar até as vésperas da prova. Lembre-se de que cada um de nós tem facilidade em algumas disciplinas, então aumente o tempo de dedicação àquelas mais complexas, que exigirão maior esforço da sua parte.

O essencial é você respeitar o seu planejamento e segui-lo à risca. Resista aos convites de amigos para baladas, reduza o tempo do almoço de domingo, altere o seu horário de descanso no final de semana (durma cedo para estudar melhor no dia seguinte), enfim, faça tudo o que for possível para não abrir mão do seu cronograma. O único a ganhar com isso é você!

Sim, descanso (xô, preguiça!), boa alimentação, atividade física e algum tempo para a família e o entretenimento devem fazer parte do seu cronograma, mas tudo cuidadosamente planejado.

Preparado(a) para o desafio? Então, bom estudo e boa sorte!

(Tila Pinski, jornalista e coach)

Seja o primeiro a comentar em "PLANEJAMENTO: A PALAVRA-CHAVE"

Deixe um comentário

Your email address will not be published.


*